Brasileiro 2019 – 38ª rodada – Goiás 3 x 2 Grêmio

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha (Breno, 37’/2ºT), Fábio, Rafael Vaz e Marcelo Hermes; Gilberto (Dudu, 14’/2ºT), Léo Sena, Yago Felipe, Leandro Barcia, Michael e Rafael Moura (Vinicius, 35’/2ºT)
Técnico: Ney Franco

GRÊMIO: Phelippe; Felipe, Rodriguez (Emanuel, 24’/2ºT), Ruan e Juninho Capixaba; Darlan, Matheus Frizzo (Jhonata Robert, 36’/2ºT), Pepê, Patrick (Guilherme Azevedo, 22’/2ºT), Ferreira e Isaque
Técnico: Victor Hugo Signorelli

Brasileiro 2019, 2º turno, 38ª rodada
08/12/2019, domingo, 16:00
Estádio Serra Dourada, Goiânia
Público total: 7.456 (7.145 pagantes)
Renda: R$ 78.440,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (RJ)
Auxiliar: Guilherme Dias Camilo (RJ) e Sidmar dos Santos Meurer (RJ)
Cartões amarelos: Leandro Barcia (GOI); Darlan (GRE)
Gols Grêmio: Patrick (22’/1ºT) e Isaque (36’/1ºT)
Gols Goiás: Rafael Moura (3′ e 44’/1ºT) e Yago Felipe (19’/2ºT)

Brasileiro 2019 – 37ª rodada – Grêmio 2 x 0 Cruzeiro

GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo (Patrick, 20’/2ºT), David Braz, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Michel, Pepê, Diego Tardelli (Ferreira, 15’/2ºT), Everton e Luciano (Isaque, 34’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

CRUZEIRO: Fábio; Edílson, Cacá, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Robinho, 41’/1ºT), Ederson, Orejuela (Ezequiel, 12’/2ºT), David e Fred (Pedro Rocha, 9’/2ºT)
Técnico: Adílson Batista

Brasileiro 2019, 2º turno, 37ª rodada
05/12/2019, quinta, 19:15
Arena do Grêmio, Porto Alegre
Público total: 20.454 (18.306 pagantes)
Renda: R$ 635.190,00
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Cartões amarelos: Edílson, Cacá, Egídio e Ariel Cabral (CRU)
Cartão vermelho: Egídio (CRU, 46’/2ºT)
Gols Grêmio: Ferreira (21’/2ºT) e Pepê (pênalti, 39’/2ºT)

Brasileiro 2019 – 36ª rodada – Grêmio 3 x 0 São Paulo

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura (Ferreira, 39’/2ºT), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Maicon (Darlan, 29’/2ºT), Alisson, Pepê, Everton e Luciano (Felipe Vizeu, 29’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Gabriel Sara, 35’/2ºT), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Igor Gomes, Antony, Vitor Bueno (Helinho, 28’/2ºT) e Pablo (Raniel, 17’/2ºT)
Técnico: Fernando Diniz

Brasileiro 2019, 2º turno, 36ª rodada
01/12/2019, domingo, 19:00
Arena do Grêmio, Porto Alegre
Público total: 24.464 (22.039 pagantes)
Renda: R$ 865.900,00
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Gols Grêmio: Luciano (pênalti, 10’/2ºT), Alisson (12’/2ºT) e Luciano (16’/2ºT)

Brasileiro 2019 – 35ª rodada – Athlético-PR 2 x 0 Grêmio

ATHLÉTICO-PR: Santos; Jonathan (Adriano, 11’/2ºT), Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Camacho (Erick, 33’/2ºT), Lucho González (Léo Cittadini, 22’/2ºT), Nikão, Marcelo Cirino e Rony
Técnico: Eduardo Bastos

GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Matheus Henrique, Alisson (Darlan, 37’/2ºT), Diego Tardelli, Everton e Luciano (Pepê, 21’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

Brasileiro 2019, 2º turno, 35º rodada
27/11/2019, quarta, 21:30
Arena da Baixada, Curitiba
Público total: 21.709
Renda: R$ 572.985,00
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Michael Correia (RJ)
Cartões amarelos: Wellington, Camacho e Nikão (CAP); Michel, Matheus Henrique, Kannemann e Cortez (GRE)
Cartão vermelho: Diego Tardelli (GRE, 21’/2ºT)
Gols Athlético-PR: Márcio Azevedo (32’/1ºT) e Nikão (pênalti, 18’/2ºT)

Brasileiro 2019 – 34ª rodada – Palmeiras 1 x 2 Grêmio

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez (Ramires, 25’/2ºT), Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique, Dudu, Lucas Lima, Zé Rafael (Willian, 18’/2ºT) e Borja (Luiz Adriano, intervalo)
Técnico: Mano Menezes

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Michel, 25’/2ºT), Matheus Henrique, Alisson, Luciano (Pepê, 20’/2ºT), Everton e Diego Tardelli (Patrick, 38’/2ºT)
Técnico: Renato Portaluppi

Brasileiro 2019, 2º turno, 34ª rodada
24/11/2019, domingo, 16:00
Estádio Allianz Arena, São Paulo
Público: 22.767 pagantes
Renda: R$ 1.292.109,15
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Thiago Santos e Dudu (PAL); Matheus Henrique, Pepê e Diego Tardelli (GRE)
Gols Grêmio: Everton (pênalti, 23’/2ºT) e Pepê (48’/2ºT)
Gol Palmeiras: Bruno Henrique (pênalti, 37’/2ºT)

Brasileiro 2019 – 33ª rodada – Grêmio 0 x 1 Flamengo

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura (Felipe Vizeu, 31’/2ºT), Pedro Geromel, David Braz e Cortez; Michel (André, 20’/2ºT), Maicon, Alisson, Diego Tardelli (Pepê, intervalo), Everton e Luciano
Técnico: Renato Portaluppi

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Thuler (Rodrigo Caio, 39’/2ºT), Rhodolfo e Renê; Piris da Motta, Diego (Vinícius, 20’/2ºT), Arrascaeta, Reinier, Lucas Silva (Everton Ribeiro, 9’/2ºT) e Gabriel
Técnico: Jorge Jesus

Brasileiro 2019, 2º turno, 33ª rodada
17/11/2019, domingo, 16:00
Arena do Grêmio, Porto Alegre
Público total: 30.980 (28.541 pagantes)
Renda R$ 1.175.820,00
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Danilo Manis (SP) e Anderson Coelho (SP)
Cartões amarelos: Alisson (GRE); Rodinei e Piris da Motta (FLA)
Cartão vermelho: Gabriel (FLA, 28’/2ºT)
Gol Flamengo: Gabriel (pênalti, 36’/1ºT)

Brasileiro 2019 – 32ª rodada – Chapecoense 0 x 1 Grêmio

CHAPECOENSE: João Ricardo; Renato, Rafael, Douglas (Vini Locatelli, intervalo) e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Camilo (Dalberto, 27’/2°T), Arthur Gomes (Gustavo Campanharo, 36’/2°T), Roberto e Everaldo
Técnico: Marquinhos Santos

GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo, David Braz, Kannemann e Juninho Capixaba; Darlan (Paulo Miranda, 45’/2°T), Matheus Henrique, Alisson, Diego Tardelli (Pepê, 22’/2°T), Everton e Luciano (Patrick, 30’/2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

Brasileiro 2019, 2º turno, 32ª rodada
10/11/2019, domingo, 19:00
Arena Condá, Chapecó
Público total: 13.335
Renda: R$ 839.750,00
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figeuiredo Correa (RJ) e Carlos Henrique Alces de Lima (RJ)
Cartões amarelos: Everaldo e Amaral (CHA); Matheus Henrique e Patrick (GRE)
Gol Grêmio: Luciano (3’/1°T)

Brasileiro 2019 – 31ª rodada – Grêmio 2 x 1 CSA

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Rômulo, 33’/2°T), Matheus Henrique, Alisson (Pepê, 22’/2°T), Diego Tardelli (Patrick, 38’/2°T), Everton e Luciano
Técnico: Renato Portaluppi

CSA: João Carlos; Celsinho, Alan Costa, Ronaldo Alves e Euller (Ricardo Bueno, 31’/2°T); João Vitor, Jean Cléber, Didira (Bruno Alves, intervalo), Warley, Bustamante (Rafinha, 22’/2°T) e Alecsandro
Técnico: Argel

Brasileiro 2019, 2º turno, 31ª rodada
07/11/2019, quinta, 21:00
Arena do Grêmio, Porto Alegre
Público total: 13.244 (11.334 pagantes)
Renda: R$ 304.304,00
Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Cartões amarelos: Kannemann, Cortez e Maicon (GRE); Alan Costa e Bruno Alves (CSA)
Gol Grêmio: Diego Tardelli (3’/1°T) e Ronaldo Alves (contra, 47’/2°T)
Gol CSA: Rafinha (44’/2°T)

Brasileiro 2019 – 30ª rodada – Grêmio 2 x 0 Inter

Ficou barato

Mais uma vez o gre-nal da Arena foi partida de um time só, onde apenas o Grêmio poderia sair vencedor. O rival, para variar, foi medíocre jogando fora de casa e se limitou a buscar o empate, sem ter nenhuma finalização em gol, em 90 minutos.

Nem mesmo no clássico dos 5 x 0 o Inter foi tão apático e medroso como hoje e em momento algum conseguiu preocupar o tricolor. Chegamos assim a 11 clássicos invictos em casa, a maior marca gremista na história. Tambėm chegamos ao 5° jogo sem sequer sofrer gol do rival na Arena.

Infelizmente o placar ficou apenas com dois gols, porque cabia mais. Não fosse pela queda de rendimento na metade da segunda etapa o Grêmio poderia ter repetido outra goleada. O chocolate foi tamanho que os colorados devem agradecer pela bondade gremista em não forçar mais.

Renato manteve a formação ofensiva que deu novo ânimo ao time, com Tardelli solto pelo meio e Luciano repetindo aquela movimentação antiga de Luan, como falso 9. É um acerto a ser louvado, ao mesmo tempo que escancara o desperdício de Renato em não ter utilizado Tardelli por mais tempo em 2019.

O atacante novamente deu aula de movimentação e construção de jogadas, aparecendo por todos os lados. Só não conseguiu jogar mais que Matheus, o dono da partida. O guri colocou o meio-campo no bolso e esteve perfeito, contando com a ajuda de uma grande atuação de Maicon.

Grenal 422

Ninguém tira a bola dele (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Na defesa destaque também para a partida exuberante de Kannemann e Geromel, que novamente mostraram como Guerrero é supervalorizado. Na esquerda Cortez foi um gigante defensivamente, mostrando que tem muito valor ainda.

Grenal 422

Grenal 422

A defesa voltou aos bons tempos (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Com exceção de Galhardo, todo o time esteve bem e até Rômulo conseguiu marcar um gol de craque. Faltou a Everton e Alisson maior brilho individual e o Cebolinha acabou desperdiçando dois gols de dentro da área. Ficou muito barato para os vermelhos!

O ano vai terminando com superioridade gremista em clássicos e com a vaga ao G6, ou até G4, bem encaminhada. Por linhas tortas Renato vai reecontrando o melhor time, sobretudo ao devolver a mobilidade e imprevisibilidade ao ataque, o que ficou evidente nas últimas três partidas e oito gols marcados.

Grenal 422

Até Rômulo desencantou (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Com Tardelli e Luciano temos um esboço daquele Grêmio de 2016 onde todos se movimentavam pelo ataque e confundiam adversários. Junta-se a isso um Matheus cada vez mais decisivo e temos a esperança renovada para um novo ciclo de conquistas.

Obviamente ainda falta Renato se livrar de algumas de suas escolhas erradas, como a de Paulo Victor. Falta dar mostras mais claras de que aprendeu com os erros e está disposto a fazer diferente. Até mesmo André parece ser ainda uma convicção do técnico, que periga sempre retornar para nos assombrar.

Mas quem melhor que Renato para nos conduzir nesta reconstrução para 2020? Não o Renato fechado a novas ideias, que vimos em 2019, mas sim aquele que transformou o clube em 2016. Aquele que ouvia críticas, queria aprender e tava sedendo por títulos. Será que ainda é possível?

GRÊMIO: Paulo Victor; Galhardo (Léo Moura, 24’/2°T), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon (Rômulo, 14’/2°T), Matheus Henrique, Alisson, Diego Tardelli, Everton e Luciano (Pepê, 31’/2°T)
Técnico: Renato Portaluppi

INTER: Marcelo Lomba; Bruno (Patrick, 31’/2°T), Moledo, Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Guilherme Parede (Danilo Fernandes, 8’/2°T), Wellington Silva, Neílton (D’Alessandro, intervalo) e Guerrero
Técnico: Zé Ricardo

Brasileiro 2019, 2º turno, 30ª rodada
03/11/2019, domingo, 18:00
Arena do Grêmio, Porto Alegre
Público total: 44.376 (40.618 pagantes)
Renda: R$ 1.778.772,00
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
Cartões amarelos: Maicon e Cortez (GRE); Edenílson, Patrick e Nico Lopez (INT)
Cartão vermelho: Marcelo Lomba (INT, 5’/2°T)
Gols Grêmio: Pedro Geromel (33’/1°T) e Rômulo (32’/2°T)

Brasileiro 2019 – 29ª rodada – Vasco 1 x 3 Grêmio

As lições que seguimos ignorando

Após uma semana da vexatória eliminação na Libertadores o Grêmio retornou ao Rio de Janeiro para dar sequência na sua recuperação no Brasileiro. Desta vez sem a presença de 5 jogadores que estiveram contra o Flamengo (Geromel, Kannemann, Matheus, Maicon e Alisson), estando eles lesionados, poupados ou suspensos. Além deles Renato segue com os desfalques de Luan, Jean Pyerre e Vizeu, fora Leonardo Gomes, o de lesão mais grave de todos. O clube que mais preserva jogadores no Brasil chega no fim de outubro totalmente detonado fisicamente e com enorme prejuízo na fotografia.

IMG-20191030-WA0152

O time que mais preserva é o que mais tem desfalques (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Fica evidente que a estratégia de preservação, de tirar o ritmo dos jogadores ao longo do ano, não vem dando resultados. Temos lesões musculares de qualquer forma, como se todos jogadores estivessem no limite. Além disto a recuperação física dos lesionados segue deprimente no Grêmio, com retorno invariavelmente tomando mais tempo do que o previsto. Se compararmos com o que o Flamengo vem fazendo então…

Assim Renato teve problemas para escalar o time e conseguiu dificultar ainda mais graças a suas convicções equivocadas. Tudo que se esperava desde o vexame do dia 23/out era uma mudança de postura e a compreensão das lições do atropelo. Mudar opções de escalação, testar novas alternativas e variações táticas. Se desprender de vícios e reconhecer erros. Perdemos uma semana e nada mudou.

Renato e a direção não reconhecem erros e seguem cada vez mais isolados nas suas bolha. O técnico segue apegado a seus “bruxos” e não ousa fazer mudanças mais profundas e óbvias, como, por exemplo, trocar o goleiro. Paulo Victor está sem nenhuma confiança e falha a cada jogo, o que deveria ensejar mais testes e sequência ao goleiro titular de categorias de base brasileira, Phelipe Megiolaro.

Além disso Renato erra ao insistir em escolhas controversas no meio-campo, para acomodar Rômulo e Michel. Neste caso foi o erro mais grotesco, pois era evidente que o meio ficaria lento e com uma pobre construção. Para piorar veio o improviso de Thaciano na direita, na posição onde menos rende, em detrimento de escalar Pepê ou Ferreira na função.

Por sorte ou acaso o técnico foi agraciado por um lance violento de Michel, que escapou da expulsão e chamou a atenção de Renato para o perigo que o time sofria. Eram 29 minutos de jogo e Michel fazia uma partida calamitosa, quando Renato teve a clarividência de corrigir seu erro. Entrou Pepê e em três minutos transformou o Grêmio.

IMG-20191030-WA0162

Por linhas tortas Pepê corrigiu o erro de Renato (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O belo gol de empate de Pepê devolveu energia ao tricolor e tranquilizou um time que estava desorganizado e órfão de melhores opções ofensivas. Thaciano acabou recuado para a sua melhor posição, mas durou pouco tempo ali, até se lesionar e reforçar o elenco do departamento médico. Novamente, por acaso, Renato conseguiu novamente melhorar o time, com a entrada de Darlan.

As lições que ficam dos vexames das eliminações de 2019 é: dependemos do acaso para encontrar o time ideal. Já Renato ainda não mostrou que entendeu as lições. 

IMG-20191030-WA0190

Craque! (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Na segunda etapa o Grêmio melhorou consideravelmente e passou a acumular boas situações. Everton desequilibrou e foi o craque do jogo, por vezes abrindo sozinho espaços na zaga vascaína. Darlan deu sustentação e fez até Rômulo crescer no meio-campo. Acabou sendo responsável por roubar a bola que deu início ao gol da virada, demonstrando todo o potencial que tem. Por justiça, deveria ser opção imediata a Matheus ou Maicon.

IMG-20191030-WA0193

Luciano e outra boa atuação (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Agora tudo é gre-nal e o tricolor tem enfim a chance de entrar no G4. Podemos novamente desestabilizar o rival e até construir uma vitória grandiosa, frente a um adversário que parece perdido com a troca de treinador. Renato tem mais uma chance de mostrar sua capacidade de se reinventar. Estamos no aguardo.

VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Ricardo, Leandro Castan e Henrique; Richard, Raul, Bruno Gomes (Bruno César, 20’/2ºT), Guarín (Tiago Reis, 29’/2ºT), Marrony e Ribamar (Gabriel Pec, intervalo)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura (Rodriguez, 23’/2ºT), Paulo Miranda, David Braz e Cortez; Rômulo, Michel (Pepê, 29’/1ºT), Thaciano (Darlan, 36’/1ºT), Diego Tardelli, Everton e Luciano
Técnico: Renato Portaluppi

Brasileiro 2019, 2º turno, 29ª rodada
30/10/2019, quarta, 21:30
Estádio São Januário, Rio de Janeiro
Público total: 15.254
Renda: R$ 538.333,00
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Marrony e Leandro Castan (VAS); Cortez e Michel (GRE)
Gols Grêmio: Pepê (32’/1ºT), Everton (8’/2ºT) e Luciano (pênalti, 22’/2ºT)
Gol Vasco: Guarín (8’/1ºT)